quinta-feira, junho 04, 2009

A moral é como a triquina: vive na carne do porco

A CDU apresentou os cabeças-de-lista às eleições autárquicas em Vila Nova de Gaia, sendo que Ilda Figueiredo candidata-se à Câmara, prometendo luta à "prepotência e à falta de cultura democrática".

É curioso ver que, em todos os debates realizados no âmbito da campanha para as eleições europeias, a CDU nunca se pronunciou quando as candidatas do PS Ana Gomes e Elisa Ferreira eram bombardeadas com acusações de duplicidade e até de se tratarem de entes fantasmagóricos - consta até que o Allan Kardec passou a figurar na lista dos autores mais vendidos na Bulhosa.

Porque não se insurgiu Ilda Figueiredo contra estes ataques e se assumiu também como candidata à CM Vila Nova de Gaia?

Onde esteve a famosa coragem panfletária que os candidatos da CDU pensam deter o exclusivo?

Onde ficou a defesa intransigente da verdade cuja parentalidade é autoproclamada diariamente pelos candidatos da CDU?

Cara Ilda, sou obrigado a deixar-te uma citação de Dino Pitigrilli (com muito amor, entenda-se):

"Quando te encontrares com um moralista olha-o com respeito, a prudente distância, porque a moral é como a triquina: vive na carne do porco."

2 comentários:

André disse...

Explique-me lá umas coisas
ó caixieiro:
É ou não é verdade que Ilda Figueiredo já é Vereadora na Camarada de Gaia? ou seja apenas se vai recandidatar?
É ou não é verdade que A CDU nunca ganhará a camara de Gaia ao contrário do que acontece com as outras duas candidatas do PS?
É ou não é verdade que Vital Moreira disse no primeiro debate prós e contras que Ilda era candidata e a candidata confirmou?
É ou não é verdade que mesmo sendo vereadora da camara de gaia a Ilda Figueiredo trabalhou o triplo da Edite Estrela e é a deputada portuguesa que mais trabalhou?
E é ou não é verdade que Ilda Figueiredo não tem qualquer dever de solidariedade com duas candidatas a presidente da camara que ainda por cima andam por aí a lançar mentiras em torno da decisão da ilda figueiredo de receber apenas o salário equivalente ao de deputado nacional?
pense nisto, antes de vomitar esse anti-comunismo todo....

caixeiro viajante disse...

Caro André,

Em primeiro devo esclarecer-lhe que não estamos numa arruada, eu não sou o Vital Moreira e o 1.º de Maio já se comemorou há mais de um mês, pelo que o tom com que escreve este comentário é, no mínimo, deselegante e espelha bem a postura que critico no paradigma de militante da CDU (há militantes que, felizmente, não cabem neste quadro).

Contrariamente ao que o André dá a entender, eu pensei em tudo o que enuncia antes de escrever este post. Parece-me no entanto, e com o devido respeito, que o André não terá compreendido o correcto alcance das minhas palavras.

Eu falei de postura, de moral, de conduta e de princípios.

Não posso advogar no espaço público que represento certos valores e me remeter ao silêncio em situações que a verbalização de tais valores me seja prejudicial.

O André diz que a situação da Dr.º Ilda Figueiredo é diferente porque se vai recandidatar e não concorrer a um novo cargo.
Ora, se o problema que se vem discutindo é a defraudação das expectativas dos cidadãos que são chamados a votar, não percebo em que é que a situação é diversa das candidatas do PS.

O facto de ganhar ou não a CM Gaia, o facto de trabalhar o triplo ou não (medido por um trabalhómetro especial) são argumentos laterais que apenas evidenciam que a questão central lhe é incómoda e de difícil justificação.

Quando se lançam críticas às posições seja de quem for não se assina qualquer declaração nem manifesto de guerra contra elas. Falar de vómito anti-comunista é um bom sound byte mas aqui, neste singelo blog, não valerá qualquer voto caro André.

Cumprimentos.