quinta-feira, novembro 12, 2009

A Amizade fica

O Bar Velho Online foi criado em Fevereiro de 2005, após uma conversa no bar velho da FDL, por um conjunto de amigos e colegas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Era a época louca da blogosfera, e nada melhor do criar um blog de amigos, há época uns 8 ou 9. Desses, actualmente apenas 4 fazem parte do blog. Tentámos que fosse um espaço de liberdade, debate e amizade, para os seus membros e visitantes.

Sendo certo que o blog se tem mantido vivo em particular pela persistência do membro Alexandre Guerreiro, os restantes membros sempre mantiveram interesse em participar no mesmo, apesar de não serem regulares postadores do Bar Velho.

Agora que as vidas dos membros deste blog seguem por caminhos diferentes e mais atarefados, sendo por isso muito complicado actualizar o blog com a dignidade que ele merece, decidiram os membros do Bar Velho Online, por unanimidade, que chegou a hora deste blog encerrar, sem no entanto ser apagado.

Pode ser que daqui a uns tempos, ele volte a ser reactivado, ou os seus membros voltem a reunir-se à mesa de um qualquer outro Bar Velho, e decidam novamente criar um blog de amigos, como este era. Porque o blog encerra, mas a amizade dos seus membros fica.

Deixamos um especial Bem Haja a todos os que nos acompanharam nestes 4 anos e meio de blogosfera.

Até Breve!

Alexandre Guerreiro
Delfim Vidal Santos
Diogo Saramago Ferreira
Fernando Farrajota Caetano

sábado, outubro 17, 2009

Vemo-nos por aí!

A todos,

durante cerca de quatro anos e meio intervim neste espaço: numas vezes passei a minha opinião sobre diversos assuntos, noutras defendi pontos de vista alternativos que poderiam dar início ao debate. Dei o meu melhor melhor e procurei contribuir para que este fosse um espaço democrático e pluralista. No final creio que seria difícil fazer melhor, sobretudo quando durante algum tempo estive encarregue de transportar este blogue sozinho às costas.
Porque cada pessoa tem nas suas mãos o seu destino, decidi que era altura de encerrar o meu contributo neste espaço. Sei que já o havia feito por diversas vezes, mas, parafraseando grande Michael Jackson, "this is it! This is really it!". Sim, podem achar-me presunçoso ao ponto de me comparar com uma referência das artes. Acho que o mínimo que me posso dar é uma saída pela porta grande de quem realmente fez de tudo para que este espaço brilhasse na blogosfera: afinal, este blogue chegou a ter 400/500 visitas diárias, escassas vezes houve em que ultrapassou as 800, regista mais de 200.000 em quatro anos e meio, consegui pôr o Bar Velho na imprensa, publiquei entrevistas exclusivas, prestei esclarecimentos sobre diversas situações jurídicas e publiquei informação em primeira mão.
Não me afasto da blogosfera. Ando, e vou continuar a andar por aí.

Um muito obrigado a todos aqueles que me deram palavras de incentivo ao longo destes anos, a todos os que me criticaram e que de alguma forma contribuíram para que melhorasse a minha abordagem aos leitores e aos próprios temas. A vida é curta e o mundo é pequeno, pelo que nos vamos vendo por aí.

Um forte abraço a todos,

ATG”

sexta-feira, outubro 16, 2009

Ópera bufa em São Bento

"Houvesse público nas estreias de ópera em São Bento, ontem assistia-se à maior das pateadas. Um empresário (de facto, uma presidente de partido, mas vamos por empresário para entendermos bem a história) espalhou cartazes pela cidade (Braga, por exemplo), anunciando: "Plácido Domingo - Espectáculos a partir de 15 de Outubro!" No dia único em que as bilheteiras estavam abertas, 27 de Setembro, multidões correram a comprar o direito de poder ver o cabeça de cartaz. E, a partir de ontem, esperava-se que o tenor aparecesse para maravilhar ao longo da temporada de quatro anos. Mas, ontem, Plácido Domingo saltou para o palco e anunciou que aquele quadriénio para o qual se tinha comprometido eram, afinal, 30 minutos, tempo para avisar que não cantaria, nem ontem nem nunca mais. E anunciava que, em vez dele, o amável público teria Xico Falsete, cantor fanhoso. Como houve surpresa na plateia, Plácido Domingo mostrou que nas letras pequeninas do cartaz (como nos contratos aldrabados das companhias de seguro) se dizia que havia um Xico Falsete, 7.º do elenco. E assim se soube que um quase anónimo cantor de coro passou a prima-dona. Esta a história, quase verdadeira. Quase porque chamar a Deus Pinheiro Plácido Domingo é manifesto exagero."

por Ferreira Fernandes, in Dn.pt


sexta-feira, outubro 09, 2009

Prémio Nobel da Paz

Barack Obama venceu o Prémio Nobel da Paz porque prometeu, mas não encerrou Guantánamo.

terça-feira, setembro 29, 2009

Uma Aventura... num Governo de José Sócrates

Isabel Alçada prepara-se para escrever um novo livro "Uma Aventura... num Governo de José Sócrates". Peripécias, mistérios e outros fenómenos atípicos não vão faltar na obra da futura Ministra da Educação.

segunda-feira, setembro 28, 2009

Um conselho a Paulo Portas

Paulo Portas é um homem inteligente e não depende da política para viver. Se por qualquer motivo Paulo Portas não souber aproveitar os 21 deputados que tem na Assembleia da República e vender o CDS a pactos com José Sócrates que beneficiem o partido e não os portugueses, não tenhamos dúvidas que o Partido Popular nas próximas eleições, em vez de 21, terá 5 deputados.
Raros serão aqueles que conseguirão perdoar uma traição desta dimensão a Paulo Portas, eu incluído.

Um dos grandes problemas do PSD

Um dos grandes problemas do PSD são os "notáveis": tem "notáveis" a mais e homens a menos. O PSD tem ainda outra classe que é perita em confundir-se com os "notáveis": os "intocáveis". E é por isso que os social-democratas tão cedo não vão a lado nenhum...

domingo, setembro 27, 2009

Sócrates: autismo, cegueira ou mero abuso da ignorância popular?

"O PS teve uma grande vitória", Sócrates dixit. Mas, que vitória é essa em que quem concorre perde mais de 9% dos votos que teve nas últimas eleições?

Os grandes vencedores das eleições

Alguém tem dúvidas em como os grandes vencedores das eleições foram o CDS-PP e Paulo Portas?

A fiabilidade das sondagens

E de pensar que a SIC apresentou uma "sondagem" às 20h que dava um máximo de 9,9% ao CDS-PP, tornando-o apenas na quarta força política.
As sondagens são tão fiáveis que nem com votos contados conseguem acertar...

Ana Gomes: a senhora "tripla candidatura"

A eurodeputada socialista candidata à Câmara Municipal de Sintra, Ana Gomes, agora decide interferir em assuntos Parlamentares. É uma verdadeira "senhora tripla candidatura" que não tarda está a candidatar-se a Presidente da República.

Os números de Garcia Pereira

Independentemente da boa disposição, profissionalismo e garra de Garcia Pereira, que lhe dão muito mérito e merecem o respeito de muitos portugueses, os resultados do MRPP são boa parte fruto da ida do seu líder aos Gato Fedorento na passada 6.ª feira, o que prova que se a comunicação social fosse imparcial e desse o mesmo tempo de antena a todos os partidos políticos, a nossa democracia seria mais heterogénea e o Parlamento mais representativo.

A responsabilidade que recai sobre Portas é muito grande

Paulo Portas tem nas mãos, durante os próximos quatro anos, a possibilidade de desgraçar o CDS ou de o fazer crescer. A responsabilidade é grande e Portas não pode desiludir!

Há cada vez mais pessoas a pensar como nós!

Conforme previsto, as sondagens revelaram-se um fiasco. O BE perdeu, a CDU desceu e o PSD caiu a pique rumo ao abismo final. Até o PS teve uma perda acentuada e ganhou confortavelmente. No meio disto tudo, o CDS-PP foi o grande vencedor e tem agora a responsabilidade de fazer oposição a Sócrates. Se mantiver o rigor e a qualidade, será sem surpresa alguma que verei Paulo Portas a açambarcar mais eleitores aos social-democratas, aumentando ainda mais a sua força no país.
Não tenhamos dúvidas: Portas é símbolo de seriedade, honestidade e profissionalismo. E não vai desiludir todos aqueles que pensam como ele e votaram nele!