quarta-feira, dezembro 12, 2007

Caridade...

Clique na foto para ampliar

Gosto destas coisas de caridade, solidariedade e outras "dade" de que tanto se fala em época natalícia. Dois jogadores do Sporting visitaram as crianças que se encontram internadas no Hospital Dona Estefânia e ofereceram-lhes bolas autografadas. Cliquem na foto acima exposta e reparem no jogador com um círculo vermelho à volta. O seu nome é Simon Vukcevic e joga no Sporting. Reparem no gozo que lhe está a dar ter este gesto. Conseguiram reparar no seu sorriso de contente, no seu ar de felicidade? Pois, eu também só consigo ver o seu autêntico ar de quem está a pensar "quando é que isto acaba? Tenho mais que fazer do que perder tempo com estes putos". Muito honestamente, se é para fazer caridade deste género, nem vale a pena lá pôr os pés.

7 comentários:

Pedro Sá disse...

1. Caridade é das actividades mais nojentas que há. Tem por base o mais asqueroso sentimento de todos, a pena.

2. O problema é que em Portugal os jogadores de futebol parece que têm um sentimento de culpa relativo aos seus salários e passam a vida nestas coisas. Este não deve estar habituado a isto e deve ter sido engajado.

Ghostinhas disse...

Não penso que seja tanto em relação ao valor dos salários. Talvez mais quanto à forma obscena em os espatifamm.
Obviamente, existem excepções, ainda há ali meninos que têm cabeça e que sabem que não vão viver daquilo para sempre, investindo-o e/ou poupando-o.
De qualquer das formas, raramente parte dos jogadores a iniciativa de aparecerem nestas coisas, é mais como que uma "directiva" do departamento de relações públicas dos clubes.
De novo, há excepções. Há malta que tem mesmo coração, mas esses nem chegam a aparecer, ajudam com contribuições ou de outras formas e geralmente passam como anónimos.

pedro sá :
Não gosto muito mais do que tu, mas se a unica maneira destas pessoas que não têm nada, receberem alguma ajuda ou conforto,for através da caridade motivada por pena, então que seja.

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

É a Hipocrisia portuguesinha que no Natal, por qualquer razão parva, ainda toma proporções mais exageradas.

Um beijo e um bom dia para ti

Pedro Sá disse...

1. Obscena ? Obsceno é alguém mandar postas de pescada sobre o que cada um faz com o seu dinheiro. É legítimo a cada um gastar o seu dinheiro naquilo que lhe apeteça. Pensar o contrário é uma intromissão inadmissível nos direitos individuais.

2. Antes morrer à fome que receber seja o que for por pena.

Luís Rocha disse...

Pedro Sá, fala assim porque nunca passou fome.

Quanto ao tópico, como é baseado num fotograma, não merece comentário.

Pedro Sá disse...

Luís Rocha, suponho que se esteja apenas a referir ao ponto 2. do meu último comentário.

Em qualquer caso, de que interessa viver sem dignidade ?

Luís Rocha disse...

Quiçá para um dia a recuperar, Pedro Sá.