sexta-feira, março 13, 2009

Pensem duas vezes antes de julgar...

"O Ministério Público de Aveiro imputou hoje ao pai do bebé de nove meses que foi encontrado ontem sem vida no interior de um automóvel, depois de se ter esquecido de levar o filho ao infantário, um crime de homicídio negligente, na sua forma mais grave, a “negligência grosseira”, punida com pena de prisão até cinco anos."

Fonte: Público

Espero que as pessoas que tanto criticam a actuação do pai da criança, por mais negligente que tenha sido, e dizem que "o esquecimento é imperdoável" nunca tenham que passar pela situação que este homem está a passar. Pior do que um crime praticado de forma dolosa é cometer um crime sem querer, ainda para o mais quando o visado é o seu próprio filho.
Acresce ainda que nos tempos que correm torna-se bastante difícil ter a concentração no seu melhor. O stress, a ansiedade, a urgência e a pressão, são tudo características do século XXI em que vivemos e que em nada contribuem para uma sanidade mental perfeita. Pensem nisto antes de julgarem a actuação do pai da criança. Não é fácil viver nos dias de hoje e garanto que não queria estar na pele do pai da vítima.

2 comentários:

Carlos disse...

Pai! és um grande Pai! muito maior doque podes pensar amanhã, pensa na vida e na vida que tens para viver procura ser um bom marido, não sei muito o que dizer, mas vou rezar por ti até ao fim da minha vida.

PCasqueiro

Pedro Sá disse...

E a negligência tem que ser provada. Para já, até é do próprio interesse dele que seja arguido.