terça-feira, agosto 08, 2006

Perguntas do nosso tempo

Recentemente abordaram-me sobre a minha escrita. E disseram-me que gostavam de saber escrever como eu. Na senda desse comentário, perguntaram-me: "como é que você consegue escrever assim? Diz as verdades, e de uma forma bastante directa e objectiva. Também gostava de ser assim". A minha resposta foi prática: "Para dizer as verdades e escrever assim, não é muito difícil. Basta estar minimamente atento às coisas e depois é só ter o cérebro ligado à boca e aos dedos e não ter medo de se ser desbocado. É falar duas vezes antes de pensar e não pensar duas vezes antes de falar. E, no fim, é ter orgulho em se ser assim".
Pronto, é isto que penso!

3 comentários:

kitty disse...

Escreves muito bem, porue não tens medo de dizer e assumir o que pensas. Assumir o que somos é a tarefa mais dificil da idade adulta.Parabéns!!

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Vim te agradecer pela visita ao Lâmina D'Água. Não sei como chegastes lá, mas és bem vindo e volte sempre que sentires vontade.

Vou ler com mais calma teus escritos para saber como se escreve desse teu jeito descrito em teu post... Embora tenhas dito tratar-se de algo fácil, sabemos, não o é. Há que se ter essa postura como consição de alavancar outras formas de expressão, mas não resta dúvida de que sempre será válido o excecício, pois o resultado sempre será agradável.

Beijinhos para teu final de semana!!!

Cris

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Corrigindo:


Há que se ter essa postura como CONDIÇÃO de alavancar...

Sou meio ceguinha...
Beijo