sábado, novembro 04, 2006

A Vingança é um prazer masculino?

"A revista Nature publicou há uns meses os resultados de um estudo feito por neurocientistas britânicos sobre a origem e o impacto de sentimentos como a raiva e a vingança em homens e mulheres e as conclusões são curiosas.
Os homens revelam um certo gosto pela vingança e mostram-se mais inclinados a vingar-se quando se sentem traídos ou quando as suas posses são afectadas. Têm uma sensibilidade especialmente vulnerável às perdas financeiras.
As mulheres, por seu lado, não sentem tanto prazer na vingança mas escolhem formas mais subtis. São mais dadas à vingança psicológica.
Os investigadores da Universidade de Londres citados pela revista Nature examinaram grupos de homens e mulheres que voluntariamente se submeteram a exames de Ressonância Magnética enquanto jogavam um jogo cientificamente preparado para despertar neles alguns instintos específicos.
O jogo em questão baseava-se num sistema de alianças, traições e punições em que os traidores eram sancionados através de ligeiras descargas eléctricas. Ou seja, de cada vez que havia uma quebra de confiança, aquele que se sentia traído na sua aliança podia vingar-se e dar uma ordem de castigo: a tal descarga eléctrica.
Sempre que o vingador era homem, os neuricientistas britânicos detectavam nas imagens cerebrais que as suas zonas de prazer se activavam.
Ou seja, o cérebro dos homens revela algum prazer no acto de punir alguém que o atraiçoa. Castigar o adversário que trai parece ser um prazer masculino, portanto.
O mesmo jogo, jogado por mulheres, não produzia os mesmos efeitos nem a mesma química cerebral.
As zonas de prazer nos cérebros das mulheres não ficavam mais activas pelo facto de castigarem aqueles que as atraiçoam. Daí poder-se fazer a tal leitura sobre um prazer eminentemente masculino."

In Revista Xis, by Laurinda Alves

1 comentário:

phoenix disse...

o facto dos resultados para aí indicarem não quer dizer que assim seja.
de facto, acredito que ambos os sexos conseguem retirar o mesmo prazer e deleite de uma vingança.
a diferença é que os homens são muito mais impulsivos e procuram uma satisfação mais rápida enquanto que as senhoras sabem esperatr e planear com requintes de malvadez.
um homem traído resolve o assunto com duas balas. uma mulher traída resolve o assunto continuando casada por mais vinte anos e indo para a cama com o melhor amigo do marido.este só será largado quando ela o deixar na penúria.